Do Cartaxo para todo o país: “Transformamos o ferro”

Começou como uma loja de ferragens, mas rapidamente foi criada uma unidade fabril. E este tem sido o grande elemento diferenciador da Cartoxapa.

Em declarações à Spontaneous Digital, é com evidente orgulho na qualidade do trabalho realizado que Luís Mota, gerente da Cartoxapa, afirma:

“Recebemos a chapa em bruto e transformamos no que for necessário. E isto é algo que nos distingue de muitas outras empresas da área.  Conseguimos personalizar o produto consoante as necessidades específicas de cada cliente”.

Criada há mais de duas décadas, a empresa dedica-se ao comércio e revenda de um vasto conjunto de produtos de ferro, coberturas em chapas de sandwich e coberturas em chapas simples, calhas e vedações.

Parte das instalações da Cartoxapa


“Fazemos entregas em todo o país”

De particulares a grandes empresas, do setor privado ao público, são muito variados os clientes da Cartoxapa.

O gerente da empresa faz ainda questão de sublinhar que não têm limitações geográficas: “Fazemos entregas em todo o território nacional continental e ilhas, bem como na Europa”.

E a verdade é que na Cartoxapa os clientes surgem cada vez mais de regiões distintas do país. A convicção é de que “há ainda muito potencial para crescermos”. 

Casotas para cães

E especificamente que produtos é que a Cartoxapa constrói? “De tudo e mais alguma coisa”. Desde casotas para cães até… pavilhões industriais. “É verdade”, sublinha o responsável. “Também transformamos o ferro em pavilhões.”



Quanto às casotas para animais, é um exemplo da capacidade de adaptação da empresa, conforme Luís Mota explica: “Em 2010, durante uma outra crise económica, tínhamos pouco serviço. Como tínhamos algumas chapas surgiu a ideia: Vamos transformar isto e fazer umas casotas para cães. E aquilo pegou.”

Atualmente, vai sendo rara a construção destas casotas, mas não por falta de clientes: “A verdade é que não temos disponibilidade. Demora um bocado de tempo a fazer, pelo que realizamos apenas nas horas vagas… que também não são muitas. Quando há menos serviço de distribuição, aproveitamos e fazemos algumas casotas, pois continuamos a receber muitos pedidos de clientes!”

Luís Mota (quarto a contar da direita) com alguns dos elementos da equipa da Cartoxapa e com Nuno Duarte, da Ribatel Connect (último à direita)


“Há que continuar”

Neste processo de crescimento sustentado da Cartoxapa, e porque as telecomunicações são, cada vez mais, um elemento vital para as empresas, Luís Mota destaca o papel da Ribatel Connect, “que nos tem acompanhado há quase duas décadas”.

Na sua opinião, esta “relação de longa data” tem sido benéfica e tem-se renovado, de que é exemplo o recente contrato de uma dúzia de tarifários de telemóvel. “Estou satisfeito, há que continuar”, sublinha.

Nuno Duarte, gestor comercial da Ribatel Connect, é quem acompanha atualmente a atividade da empresa e não hesita em afirmar: “A resiliência, a versatilidade e o espírito de equipa que se vive na Cartoxapa são três elementos que certamente muito contribuem para o seu sucesso.”

E acrescenta: “Queremos continuar a testemunhar de perto a grande evolução da Cartoxapa e a apoiar em tudo o que nos for possível.”


Partilhar:
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Outros artigos:

Subscreva a nossa newsletter

Para receber novidades no seu email